21 de março de 2011


Alegrete consolida seu Carnaval fora de época



A Escola de Samba Imperatriz Praça Nova sagrou-se bicampeã do Carnaval de Rua de Alegrete, ao vencer por dois décimos a segunda colocada, Unidos dos Canudos, que também fora vice-campeã em 2010.



A apuração ocorreu no fim da tarde de ontem (domingo, 20), na Passarela do Samba Darci Oviedo Cruz, montada na Avenida Eurípedes Brasil Milano, que recebeu grande público nas duas noites de desfile (18 e 19).
Na seqüência, ficaram as escolas de samba Nós os Ritmistas, Acadêmicos do Pôr do Sol e Mocidade Independente da Cidade Alta.


O Carnaval fora de época de Alegrete foi coordenado pela Associação Cultural, Recreativa e Carnavalesca de Alegrete (Assercal), com patrocínio da Prefeitura, que investiu recursos inéditos, divididos entre o apoio às escolas e à infraestrutura da avenida. Foram R$ 400 mil, considerados um investimento que terá retorno, já que o Carnaval de Alegrete consolida-se como um dos melhores do Estado e já dá mostras de amadurecimento e potencial turístico. A avaliação é do prefeito da cidade, Erasmo Guterres Silva, um dos incentivadores da festa.
- O Carnaval precisa ser auto-sustentável e não depender somente dos recursos da Prefeitura, diz o prefeito. No entanto, acredita que a visibilidade que a festa vem ganhando será a principal alavanca para que os carnavalescos ampliem as fontes financiadoras.


Atrações
Este ano, estiveram em Alegrete personalidades de renome nacional ligadas ao Carnaval, como Viviane Araújo, que desfilou à frente da bateria da campeã Imperatriz, assim como Leonardo Bessa, puxador da Salgueiro, que pela segunda vez vem a Alegrete pela vermelho e branco. Nós os Ritmistas, por sua vez, apostaram em Nego – irmão do Neguinho da Beija-Flor - que este ano já defendera a Mocidade Independente de Padre Miguel, no desfile do Rio de Janeiro. A Unidos dos Canudos, escola da maior e mais apaixonada torcida, trouxe Vinicius Machado, da Imperadores do Samba de Porto Alegre. E não foi só. As escolas reforçaram-se trazendo mestres-salas e porta-bandeiras de fora do Município, com exceção da Unidos dos Canudos, que aposta nos talentos criados na própria escola.


Avaliações
A vice-prefeita de Alegrete, Maria de Fátima Mulazzani, que desfila pela Mocidade Independente da Cidade Alta, compartilha do entusiasmo com o crescimento da nossa festa. “As escolas são as protagonistas do espetáculo e depende delas estruturarem-se para este novo momento.”, defende. A vice-prefeita cumprimenta todas as escolas e, principalmente o público que permaneceu na avenida mesmo com o atraso nas duas noites de desfile.
O secretário de Turismo, Arnaldo Paz Filho, também destacou a presença do público como um dos fatores positivos do Carnaval de Alegrete. “Tivemos um público animado e disciplinado, recompensados pelo belíssimo espetáculo oferecido pelas cinco escolas”, elogiou.
No entorno da avenida, nenhuma ocorrência mais grave, além de casos de embriaguês. As forças de segurança atuaram em sintonia, sob coordenação do Gabinete de Gestão Integrada da Prefeitura. Os ambulantes também estiveram dentro das normas estabelecidas pela Vigilância Sanitária e regradas pela Secretaria de Indústria e Comércio.
A Secretaria de Turismo também realizou uma pesquisa de satisfação junto ao público, onde cada detalhe do Carnaval será avaliado e, posteriormente, analisado.
Os resultados serão divulgados no decorrer desta semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário